Beterraba

* Imagens Ilustrativas

Seu suco vermelho é antianêmico

Descrição: Raiz tuberosa da beterraba (Beta vulgaris L. ssp. vulgarís var, conditiva Alef.), planta herbácea das Quenopocliáceas.

O tom vermelho-sangue da beterraba dá um alegre colorido aos pratos de salada e às batatas que tão apropriadamente acompanha. Será que a beterraba tem sangue de verdade?

Assim poderiam pensar aqueles que poucas horas depois de haver comido beterraba observam sua urina ou fezes avermelhadas como sangue, Que susto' Mas não se trata de sangue, apenas de um pigmento peculiar dessa planta, chamado betacianína.

Propriedades e indicações: Em sua composição destaca-se a elevada proporção de carboidratos (açúcares), como a sacarose e a frutose, que pode chegar até a 10% de seu peso. Isso toma a beterraba vermelha uma das hortaliças mais ricas em açucares, superada unicamente por outra de suas variedades: a beterraba açucareira.

Estas são suas propriedades mais destacadas:

Antianêmica: A ação anti anêmica da beterraba vermelha é bem conhecida e foi descrita, entre outros, pelo doutor Emst Schneider, Seu conteúdo em ferro (l;80mg/100 g) e em vitamina C (30 mg) que favorece a absorção desse mineral, é bem mais modesto e não explica por si só a notável ação antianêmica da beterraba; Provavelmente seja um dos componentes, ainda não bem identificado, que atua estimulando a hematopoiese (produção de células sanguíneas na medula óssea).

O maior efeito antianêmico da beterra é obtido tomando-se de 50 a 100 ml do suco fresco recém obtido, antes das refeições, duas vezes ao dia. É especialmente indicado ns anemias que não respondem bem ao tratamento com ferro e que costumam ser causadas por uma baixa produção de sangue na medula óssea (anemias hipoplásticas).

• Alcalinizante: O alto conteúdo em sais minerais da beterraba, especialmente de potássio, cálcio e magnésio, explica seu efeito alcalinizador sobre o sangue. Muito recomendável em caso de gota, aumento de ácido úrico no sangue e alimentação carregada em gorduras e pobres em vegetais.

• Hipolipemiante: A raiz da beterraba contém uma quantidade notável de FIBRA vegetal, que tem a propriedade de facilitar o trânsito intestinal e principalmente de reduzir o nível de colesterol no sangue ao reduzir sua absorção no intestino.

É muito recomendável, portanto, que os que desejam reduzir seu nível de colesterol incluam a beterraba vermelha freqüentemente na dieta.

• Laxante suave, devido ao seu conteúdo em fibra.

• Aperitiva: Aumenta a produção de sucos gástricos e tonifica o estômago.

• Anticancerígena: O doutor Ernst Schneider! refere várias experiências realizadas na Hungria e Alemanha, nas quais se conseguiu a redução ou desaparecimento de tumores cancerígenos após a administração diária de 250 g de beterraba vermelha ralada, ou de 300-500 ml de seu suco. Esses efeitos se produziam mesmo após ferver e concentrar o suco para fazê-lo mais tolerável ao estômago, o que quer dizer que a substância responsável pela ação anticancerígena é resistente ao cozimento.

Preparação e utilização:

Suco fresco: Seu sabor é muito agradável, e recomenda-se misturá-lo com outros sucos ou adoçá-lo com mel. Para evitar que fique indigesto não se recomenda tomar mais de 50 ou 100 ml por vez.

Ralada crua: Tempera-se com azeite e limão.

Cozida: Submetida à cocção fica mais digerível. Pode-se cozinhá-Ia com casca por uns quinze minutos na pressão. Para descascar, mergulhá-Ia em água fria enquanto está quente.

Veja Também

Pimentão Verde

Cebola Branca

Batata Inglesa

Tomate

* Imagens Ilustrativas